+15 dicas essenciais para【 RECÉM-CASADOS 】• 2020

Ansiedade é quase um sinônimo para recém-casados. Mas é totalmente compreensível que seja assim. Afinal, tudo o que está por vir é novidade e as expectativas são inúmeras!

Certamente os pombinhos já fizeram ‘zilhões’ de planos, compartilham muitos e muitos sonhos e querem que tudo seja perfeita com a nova vida de casal. Mas será que existe algum segredo para as coisas darem certo?

dicas para os recém casados 1

Todo mundo já está careca de saber que casamento não sobrevive somente de amor. Por isso mesmo que esse é um assunto que nunca sai de moda. Casais do mundo todo estão sempre buscando respostas para um relacionamento saudável e duradouro.

Aliás, isso existe? :O

Há muitos exemplos que nos mostram que existe sim! E apesar de não haver uma receita de bolo para seguir, são muitas as dicas para superar diversos obstáculos, mudar atitudes e conquistar uma relação dos sonhos com a pessoa “escolhida”.

Estávamos aqui pensando no quanto é difícil saber como lidar com a vida de recém-casados… Aí resolvemos elaborar um post com uma listinha cheia de conselhos que costumam ser infalíveis. Que tal conferir? ♥

dicas para os recém casados

Guia completo para os recém-casados #dicas

Casar com o amor da vida é tudo de bom, realmente. Mas o que vem depois dessa celebração tão especial é o que provoca, pelo menos, um friozinho na barriga.

Como será que vai ser a vida a dois dia após dia? O que fazer para a relação não cair na rotina? São tantas as questões que permeiam a cabeça dos recém-casados que não dá para deixar esse assunto de lado!

dicas para os recém casados 3

Confira 15 dicas baseadas em recomendações de especialistas para você seguir após dizer SIM ♥

1 – Divisão das tarefas de casa

Esse é um assunto polêmico em pleno século 21 e que precisa ser sempre discutido, sobretudo entre os recém-casados! Definir a divisão das tarefas do lar é essencial para se ter uma relação justa e de companheirismo total.

Ambos precisam cuidar do local onde moram, mesmo que só um dos dois trabalhem fora. Sentem e conversem sobre as atividades que cada um se propõe a fazer e em quais dias podem realizá-las.

Por exemplo: quem vai lavar o banheiro, levar o lixo, passear com o cachorro, cozinhar, por roupas para lavar, etc. Serviço de cada tem de sobra e essa delimitação é indispensável para não sobrecarregar ninguém 🙂

Divisão das tarefas domésticas entre o casal

2 – Diálogos e não discussões

Discussões acontecem, mas podem ser evitadas. Procurem sempre dialogar, expor o que pensam e sentem, prevenindo uma briga de maiores proporções. Pode parecer clichê, mas conversar resolve praticamente tudo.

Muitas vezes os casais brigam ou viram a cara um para o outro por que não assumem que estão magoados por algum motivo, que estão passando por algum problema pessoal, que não concordam com algo, etc.

Importante → Durante as conversas, procurem ter paciência para ouvir o que o outro tem a dizer, deixe-o falar abertamente, sem julgamentos. Depois de escutar, exponha o que tem a dizer com calma, sem gritar. Lembre-se que, na maioria das vezes, vocês não terminarão o casamento por causa de tal discussão. Resolvam em paz!

Ah! Se os ânimos se exaltarem, encerrem o papo e deem um tempo até se acalmarem.

Discussão e não diálogo no casamento

3 – Tempo para ficarem juntinhos

Viver junto não significa que vocês têm tempo para se curtir. Uma dica para não deixar a relação cair na rotina e manter o romance no ar é escolher alguns dias para fazerem algo a dois.

Pode ser um jantar em um lugar especial ou até mesmo em casa; pegar um cinema; ir ao teatro ou a um show; uma viagem rápida no final de semana; entre tantas outras coisas. Nesses dias, procurem deixar o celular e as redes sociais de lado, assim como o trabalho ou o estudo. Esteja 100% presente.

Caso vocês já tenham filhos, procurem um jeitinho de ficarem sozinhos pelo menos por algumas horinhas um dia na semana. Se não tiver ninguém para deixar as crianças, inventem um programa especial enquanto elas estiverem dormindo ou na escola, se o cronograma de vocês permitir.

dicas para os recém casados 2

4 – Valorizar as boas intenções

Pequenos detalhes fazem toda a diferença. Você certamente já ouviu essa frase muitas e muitas vezes e, pode acreditar, é pura verdade.

Um erro muito recorrente entre os recém-casados e até mesmo casais que já estão há alguns anos juntos, é não perceber as boas intenções por trás do que cada um faz, tampouco valorizar pequenos gestos.

Por exemplo: Você chega em casa cansada do trabalho e seu par te recebe com o jantar, mas a comida não ficou muito boa. Antes de fazer qualquer crítica, pense no quão boa foi a intenção dele preparar essa refeição, como ele se dedicou, pensou em te agradar, etc.

Outro exemplo: Não banalize aquele bom dia apaixonado antes de sair para o trabalho ou aquela mensagem de carinho no meio do dia. São gestos simples, mas que aquecem o coração.

Valorizar as boas intenções no casamento

5 – Cortar o cordão umbilical

Um quesito super difícil de superar para muitos casais recém-casados. Cortar o cordão umbilical com a família – de um e de outro – pode ser doloroso, mas é essencial para vocês iniciarem um novo núcleo familiar sólido.

Tenha em mente que os pais, irmãos e demais familiares sempre estarão ali como um alicerce forte e eterno. No entanto, essa relação com todos eles não pode interferir na vida de casal. É muito comum ver divórcios acontecerem por influência da família, por que o casal não conseguem tomar decisões sozinhos, sem ‘pitacos’, e coisas do tipo.

Se estiverem com essa dificuldade, é válido conversar abertamente com os parentes envolvidos, mostrando todo o carinho que têm por eles, mas pedindo o espaço que vocês merecem.

Cortar cordão umbilical para criar novo nucleo familiar no casamento

6 – Fortalecer a confiança

Ciúmes e desconfianças podem ruir casamentos, dos recentes aos de longa data. Por isso, desde antes de subir no altar, é importantíssimo que vocês fortaleçam a confiança que têm um pelo outro. Começar um casamento com “pulgas atrás da orelha” pode significar um risco muito grande.

Conversem sobre o assunto, estabeleçam limites, exponham o que não gostam, se têm mágoas ou inseguranças. Esse bate papo ajuda a tirar muita coisa a limpo e dar um novo rumo ao relacionamento. No dia a dia, é essencial por em prática o que conversaram para que a confiança não se abale.

Confiança no casamento

7 – Ter algumas metas em comum

Um casal que jura amor eterno certamente tem muita coisa em comum, como gostos ou personalidades. Mas um casamento precisa de uma afinidade ainda mais concreta no que se refere a metas de vida.

Não é preciso que vocês compartilhem todas as metas, mas é bacana que tenham algumas conjuntamente. Por exemplo: juntar dinheiro para realizar uma viagem ou construir a casa própria; planejar a melhor fase da vida para ter filhos; entre outros.

Planos juntos

8 – Apoiar o outro

Ter apoio dentro do casamento é algo primordial para fortalecer a relação. Vamos a alguns exemplos:

Sabe aquele curso que seu marido ou sua esposa sempre sonhou em fazer, mas nunca começa? Demonstre seu apoio, às vezes é isso o que falta para ele ou ela dar um pontapé inicial.

Ou então, ele (ela) está infeliz no emprego atual e gostaria muito de ter um negócio próprio. Converse com seu par, ajude-o a achar uma solução e apoie-o dentro do que estiver ao alcance de vocês como família.

Vida de recém-casados

9 – Individualidade e respeito

Levar uma vida a dois não significa que o casal é uma pessoa só. Os pombinhos precisam se lembrar que são indivíduos antes de mais nada e merecem um tempinho para si.

Muitos casais que estão há um tempão juntos garantem que respeitar a individualidade um do outro é uma das chaves para ter sucesso no relacionamento.

Vocês dois podem combinar um “vale-day” ou “vale-night” dependendo do que preferirem, para que cada um possa fazer o que gosta de fazer sozinho ou com amigos. Por exemplo: ir ao cinema, a um barzinho, ao futebol, a um show, um chá da tarde, enfim, programas que tiverem a ver com a personalidade de cada um.

A individualidade entra também na questão da confiança. Se vocês confiarem um no outro, não haverá a desagradável vontade de vasculhar o celular ou o e-mail do par, por exemplo. Conseguirão respeitar o íntimo de cada um, o que é super saudável.

recém-casados

10 – Organização financeira

Pode parecer exagero e até soar algo insensível, sobretudo para casais apaixonadíssimos que acabaram de se casar. Mas problemas financeiros têm potencial enorme de abalar um casamento.

Antes mesmo do Grande Dia é preciso que vocês tenham conhecimento sobre as finanças de cada um, além de conversar como será a futura vida financeira em casal. De acordo com especialistas em relacionamento, um dos maiores motivos para divórcios é a conhecida traição financeira, na qual um dos cônjuges escondem gastos, quanto ganham, dívidas, etc.

Por isso mesmo, é essencial sempre tratar esse tema com muita verdade. Ou seja, abrir o jogo sobre como anda suas finanças para o seu marido ou para sua esposa. Façam planilhas de ganhos e gastos, não tenham vergonha de falar a respeito de endividamentos pessoais, apoie e tente buscar uma solução.

Vida financeira dos recém-casados

11 – Não expor os sonhos

Os sonhos que o casal tem juntos, como por exemplo: morar no exterior, ter filhos, comprar ou construir uma casa, investir em uma empresa, enfim, qualquer um que seja compartilhado entre ambos precisam ser protegidos.

Essa proteção nada mais é do que não ficar expondo para todos. Segundo alguns especialistas, é prudente que esses sonhos fiquem somente entre o próprio casal e não sejam abertos até mesmo para os familiares próximos. Isso por que há sempre muitas expectativas envolvidas, e nada é legal quando existe uma pressão grande.

recém-casados

12 – Priorize as qualidades

Muitos casais recém-casados certamente irão se assustar com que descobrirão durante os primeiros meses de vida a dois. Verão que nem tudo “são flores” e que a pessoa amada tem mil e um defeitos. Sim, todos temos defeitos e esse processo de descoberta precisa ser ultrapassado com muita paciência.

Para amenizar os ânimos, é bacana pensar sempre pelo lado positivo. Ou seja, priorizar as qualidades em detrimento dos defeitos. Perceba aquilo que o seu companheiro faz de bom, seus gestos agradáveis e que fazem você se lembrar o porquê se apaixonou por ele.

Caso alguns defeitos incomodem muito a ponto de prejudicar a saúde do relacionamento, é válido ter uma conversa franca, buscando entender e ajudar a resolver esse problema. Às vezes, o que a pessoa faz que te incomoda tanto é algo tão comum para ela que “passa batido”. Então você pode dar um toque para que seu par note.

Priorizar as qualidades do outro

13 – Falar o que sente sempre

Sinceridade é outra chavinha que precisa ser acionada nos casais recém-casados que desejam manter o relacionamento saudável e duradouro. E adquirir o hábito de falar sempre o que sente, o que acha e o que deseja é essencial desde o primeiro dia de casados.

Há muitas brigas que se iniciam por que não há comunicação entre o casal. Um dos dois ou ambos ficam guardando mágoas por muito tempo e quando chega no limite acabam despejando tudo de uma vez só. Mais uma vez: diálogo!

dicas para os recém casados 4

14 – Todos têm dias ruins

Viver junto vai lhe mostrar que aquele noivo que estava sempre muito romântico quando ia te ver, todo arrumado e cheio de energia, não estará assim todos os dias. Bem como todas as pessoas do planeta, terá dias em que ele estará triste, estressado, com vontade de ficar sozinho, etc. Pode acontecer isso com ambos!

Nesses momentos, o melhor a se fazer é respeitar e cada um ficar na sua na medida do possível. O erro é procurar embate, julgar ou cobrar que a pessoa fique sempre bem – isso não é indicado mesmo, pois a briga será inevitável!

recém-casados

15 – Alguém tem que ceder

Essa frase é tão icônica que é até título de filme. Ela remete a um dos ‘mandamentos’ mais importantes para os recém-casados, afinal, quando um não quer, dois não brigam!

É muito recorrente surgir situações em que um quer pizza e o outro hambúrguer. Um quer ir ao cinema o outro ficar em casa. Sempre existirão essas disputas, das mais triviais às complexas, como a decisão de ter filhos ou não, morar fora ou não, por exemplo. E não adianta arranjar outra solução se não, mais uma vez, a conversa.

E no fim, vocês verão: alguém terá que ceder. Ah! E não há o menor problema em dar o braço a torcer, viu? Em muitos casos o orgulho não leva a boas resoluções.

recém-casados


Bom, essas foram as nossas dicas para ajudar os recém-casados a se organizarem melhor e seguirem com um casamento saudável!

O que acharam? Têm sugestões, dicas, reclamações? Deixem um recadinho para nós aí embaixo ↓

Aproveite para ler também outros artigos relacionados:

Lua de mel no Brasil【2020】» Os 14 MELHORES lugares!

Espaço para Casamento ➞ Como escolher o ideal? •【2020】

Como Planejar o Casamento dos Sonhos? – Dicas e Inspirações!

Esperamos você mais vezes por aqui, até uma próxima ♥

Recomendações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *